Páginas

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Filosofia como disciplina escolar no Brasil !




         A retomada da disciplina de filosofia no currículo de ensino da educação básica do estudante brasileiro ocorreu ao longo da história de forma irregular, há momentos que esteve presente e há momentos que esteve ausente. Atualmente, por força de lei, a filosofia está presente de forma obrigatória no currículo escolar da educação básica. Por se tratar de um tempo recente e curto, a situação ainda é muito instável e a filosofia ainda sofre ataque de líderes políticos através de visões influenciadas por espectros ideológicos.
         A filosofia sempre representou uma disciplina que desperta temor para governos totalitários, pois possibilita a seus estudantes a habilidade crítica para ver o mundo e a capacidade de criar conceitos que enfrentam os desafios vigentes. Percebe-se que não há um único caminho a seguir, mas a convivência histórica dialética de posições políticas antagônicas, que se materializam a longo do tempo.
         Ou seja, não é só a maioria que tem vez e voz, mas as minorias passam a serem ouvidas e lutarem pelos seus direitos, entendendo que todos são iguais e estão sujeitos à mesma lei como cidadãos, é à base ideológica de muitos movimentos sociais. Os estudantes ao final do ensino médio devem dominar os conhecimentos de filosofia e sociologia necessários ao exercício da cidadania conforme a LDB de 1996. O que fortalece politicamente a existência e funcionamento de um Estado democrático. E é em 2008, que a filosofia é implantada, por força de lei, de forma definitiva no currículo de ensino básico.
         Devemos lembrar que a luta pela redemocratização, cidadania e inclusão social faz parte do dia a dia da classe social menos favorecida e das minorias, que em momentos de forte opressão são marginalizadas e excluídas da sociedade. Para enfrentarmos as injustiças sociais, o professor de filosofia deve formar cidadãos esclarecidos, reflexivos e críticos. A formação humanística do aluno deve criar cidadãos éticos, críticos, sujeitos e protagonistas.
         A educação básica da população é muito importante para a formação de um Estado democrático e livre, capaz de se autodeterminar no seu presente e projetar o seu futuro. É à base da formação de um cidadão preparado para a vida.
         Os desafios da filosofia para a educação básica no Brasil: 1ª Formação de docentes, 2ª O que se entende por filosofia deve ser melhor definido, a filosofia não é uma única filosofia, mas uma área de conhecimento com diversas filosofias. A filosofia é um desafio que nos torna tolerante para com os diversos pontos de vista. Exercer filosofia á assumir uma atitude filosofante, de natureza diversa e plural. A filosofia pode possibilitar a consolidação democrática.
          Fonte: Entrevista com a Profa. Adriana Mattar Maamari


Postar um comentário